Caso Thurzin: Playhard comenta casos de racismos na LOUD e defende Moreno

Cofundador da organização demonstrou preocupação com o hate que o Moreno está sofrendo e ressaltou a importância do afastamento do Thurzin
Caso Thurzin: Playhard comenta casos de racismos na LOUD e defende Moreno

Ronny Rolim

Desde a última terça-feira (31) Thurzin, LOUD e Moreno vem sendo um dos assuntos mais comentados na comunidade do Free Fire, fazendo o Battle Royale permanecer por longos períodos no trends topics do Twitter. Thurzin foi acusado de Injúria Racial e sofreu punições da Garena, NFA e também da sua própria organização: LOUD.

Embora a organização não tenha feita nenhuma menção ao assunto, algo que está sendo muito cobrado pelos fãs e usuários da comunidade, Bruno “Playhard”, cofundador da organização, comentou sobre o caso Thurzin e outros de racismo durante uma live nesta quinta-feira (2).

Leia mais:

Caso Thurzin

Thurzin é acusado de Injúria Racial
Thurzin é acusado de Injúria Racial

À princípio, Playhard deixou claro que o afastamento do Thurzin teve que acontecer e será bom para ele. O cofundador da LOUD também pediu que os fãs de verdade da organização deixem de tentar punir o Moreno, pois ele não teve culpa alguma do episódio.

“Todo mundo que conhece o Thurzin e que conviveu no cenário de Free Fire o mínimo de tempo, sabe que ele é um moleque bom e que ele tipo nunca teria intenção de me ofender ninguém daquela maneira, na hora que ele percebeu todo o sentido da mensagem que ele mandou e que poderia ter, ele já ficou em choque e entrou em contato com Moreno, pediu desculpa e se desculpou.”

Playhard também comentou sobre as situações que acontecem na internet e da responsabilidade das pessoas que trabalham no meio, em plataformas grandes.

“Vai ser bom ele ficar um tempo off também, porque a internet é complicada, a saúde mental... a galera crucificando um moleque de 15 anos por algo que, obviamente, não foi a intenção dele.”

Fechando o caso do Thurzin, o cofundador da LOUD explicou que todo mundo precisa saber dos impactos e interpretações do tipo de mensagem feita.

“O ano é 2022 e todo mundo deveria saber todos os impactos e interpretações de uma mensagem daquele tipo, mesmo sem a intenção de ofender e é nesse desenvolvimento pessoal que a gente vai focar nele (Thurzin)”.

Por fim, Playhard defendeu Moreno e pediu que os fãs apoiem o jogador.

“O Moreno não tem nada haver, o afastamento do Thurzin tem que acontecer... vão lá no perfil do Moreno e mandem mensagens positivas”

Caso Frosty

Caso Frosty na LOUD
Caso Frosty na LOUD

Playhard também comentou sobre o caso Frosty, quando o jogador foi anunciado e demitido no mesmo dia acusado de racismo.

Frosty foi acusado de atos racistas em uma publicação no Twitter em outubro de 2020. Conforme as acusações na thread, na época Frosty usava o apelido de “consesualclown” e “jelp” quando teceu os comentários racistas.

Por fim, Bruno deixou claro que os casos do Thurzin e do Frosty diferem, ressaltou que conhece o jogador de Free Fire desde os 12 anos e o Frosty eles (a LOUD) não tinham conhecimento dos possíveis atos racistas praticados pelo atleta.

Embora o conteúdo em texto esteja completo acima, é possível visualizar o vídeo abaixo como ilustração do artigo:


COMPARTILHE:

Comentários

Agora, os fãs podem deixar comentários com sua opinião sobre o assunto:

CODIGUIN FF

Notícias Relacionadas: