Após pressão, LOUD demite jogador acusado de racismo

Anúncios da contratação e demissão ocorreram nesta segunda-feira (30)
Após pressão, LOUD demite jogador acusado de racismo

Ronny Rolim

A LOUD confirmou agora a pouco  a demissão do recém contratado jogador Frosty de League of Legends (LoL). O anúncio da contratação e também da demissão ocorreram na noite desta segunda-feira (30).

No geral, a demissão aconteceu após uma forte pressão da torcida e comunidade que pediam veementemente uma atitude da organização pelos comentários racistas destacados na carreira de Frosty.

“Devido aos acontecimentos passados dos quais não estávamos cientes e que vieram a tona no dia de hoje, comunicamos o desligamento do suporte recém contratado para a nossa line do CBLOL Academy de League of Legends.”

Entenda o caso

LOUD Frosty
Frosty (da esquerda)

A LOUD, famosa organização que cresceu no Free Fire e se expandiu por diversas outras modalidades, anunciou nesta segunda-feira (30) a contratação de dois novos jogadores para sua equipe de LoL (League of Legends): LOUD Beenie e LOUD frosty, sendo que este último vem recebendo duras criticas após o anúncio nas redes sociais. A torcida acusou Frosty de atitudes racistas.

José Eduardo, ou simplesmente Frosty, tem 18 anos e experiência de 3 temporadas na paiN Academy, sendo PEAK - 1.335 pdl BR SoloQ (Rank 20) no LoL.

Após o anúncio, muitos fãs da LOUD responderam à publicação no Twitter acusando o novo contratado LOUD frosty de atitudes racistas:

À princípio, um dos atos de demonstração racistas foi salvo em uma publicação na mesma rede social em outubro de 2020. Conforme as acusações na thread, na época Frosty usava o apelido de “consesualclown” e “jelp” quando teceu os comentários racistas.

Logo após o anúncio, com toda a pressão da torcida, Jean Ortega (loudgods), um dos sócios da LOUD, utilizou as redes sociais para comentar que estão averiguando “se houve algum tipo de precipitação nesse novo contratado”.

A LOUD é uma equipe brasileira de esportes eletrônicos e uma companhia de lifestyle que foi fundada em fevereiro de 2019 pelo streamer Bruno “Playhard” e pelo empresário Jean Ortega. Sua primeira line up de Free Fire surgiu no mesmo período para a disputa dos principais torneios do Battle Royale no Brasil.


COMPARTILHE:

Comentários

Agora, os fãs podem deixar comentários com sua opinião sobre o assunto:

CODIGUIN FF

Notícias Relacionadas: