Garena baniu mais de 2,9 milhões de contas do Free Fire por uso de hacks nas últimas duas semanas

Para detectar e restringir os jogadores que tentam obter vantagens injustas por meio de hackers de terceiros, Garena construiu um sistema
Garena baniu mais de 2,9 milhões de contas do Free Fire por uso de hacks nas últimas duas semanas

Ronny Rolim

2021 está chegando ao fim, e que ano foi para o Garena Free Fire. Além de ganhar o prêmio de Esports Mobile Game of the Year no The Esports Awards 2021, a receita do título ultrapassou US $ 1 bilhão.

Garena também lançou uma versão nova e melhorada do jogo intitulada Free Fire Max, instalada em mais de dez milhões de dispositivos Android em todo o mundo.

Veja também: como ser banido no Free Fire utilizando o FFH4X

No entanto, mesmo com sua enorme popularidade, o jogo tem sido atormentado por trapaceiros e hackers. Para detectar e restringir os jogadores que tentam obter vantagens injustas por meio de hackers de terceiros, Garena construiu um sistema "anti-hack".

Além disso, o desenvolvedor do Free Fire lança relatórios quinzenais mostrando dados de trapaça para tranquilizar os fãs.

Em um novo relatório dos desenvolvedores, o número de hackers banidos e os tipos de trapaça usados ​​foram detalhados. Nas últimas duas semanas, 2.941.022 contas foram banidas. 55,32% desses usuários foram suspensos devido a várias notificações, o que representa um aumento de 37% em relação à última declaração.

Veja mais: lista de hacks que podem banir uma conta no Battle Royale da Garena

Análise das contas banidas do Free Fire

Hack Free Fire
FFH4X é um dos hacks mais utilizados do Free Fire — Foto: Youtube

A porcentagem de trapaceiros usando aplicativos de hacks nas últimas duas semanas foi:

  • Cerca de 44,9% dos trapaceiros usavam hacks de mira automática, o hack mais usado. A mira automática é usada para melhorar a mira de um jogador e mirar na cabeça do inimigo.
  • Os hacks de antena foram usados ​​por 27,2% dos hackers, o que deu a eles acesso à localização de cada jogador no mapa.
  • 17,5% dos usuários banidos utilizaram hacks de teletransporte para ajudar a mover-se de um lugar para outro no mesmo instante.
  • Cerca de 6% foram banidos por usar wallhacks, o que lhes permitiu passar tiros facilmente através das paredes.
  • O restante, 4,5%, foi proibido por razões desconhecidas.

Além disso, Garena mostrou uma demonstração na tela de como denunciar trapaceiros e atividades incomuns e lembrou os fãs de não se associarem a hackers.


COMPARTILHE:

Comentários

Agora, os fãs podem deixar comentários com sua opinião sobre o assunto:

CODIGUIN FF

Notícias Relacionadas: