Após acusações de racismo, LOUD e NFA preparam retorno de Thurzin ao competitivo

Comunidade reage e fãs reclamam da postura em comparação a punições anteriores aplicadas a outros jogadores
Após acusações de racismo, LOUD e NFA preparam retorno de Thurzin ao competitivo

Ronny Rolim

O jogador Arthur Santos, mais conhecido como “Thurzin” da LOUD, pode retornar ao competitivo nos próximos dias e tanto a sua organização, quanto a NFA, maior campeonato emulador de Free Fire, estão preparando o terreno para a volta do jogador de apenas 15 anos.

Vale lembrar que Thurzin  foi acusado de racismo após uma publicação feita na rede social Twitter, quando ele se referiu a outro jogador como “Brabuíno” no dia 31 de maio de 2022. Desde então, diversas punições estão sendo aplicadas ao influenciador e jogador profissional de Free Fire, incluindo o profissional foi removido da lista de influenciadores do jogo e a Garena removeu o seu status de verificado.

Garena removeu o Verificado de Thurzin
Garena removeu o Verificado de Thurzin

Nesse meio tempo, o jogador ficou afastado de todas as redes sociais e nenhuma menção a ele foi feita pela organização, que espera as acusações de injúria racial serem esquecidas pelo grande público. Além disso, conforme apuração do site Free Fire Mania, o Thurzin retornou aos treinos junto a equipe da Noise, line-up do time emulador da LOUD.

A NFA, no que lhe concerne, também vem estudando desbanir o Thurzin nos próximos dias. A organização de campeoantos de Free Fire realizou, nesta segunda-feira (4), um bate-papo com profissionais do meio para falar de racismo, igualdade e postura em redes sociais.

Thurzin pode estar de volta ao competitivo
Thurzin pode estar de volta ao competitivo

Tanto a LOUD, quanto a NFA, estão preparando o terreno para a volta do Thurzin, o que deve acontecer no dia 13 de julho, na estreia da COPA NFA, onde a final acontece presencialmente no parque temático Hopi Hari nos dias 6 e 7 de agosto.

Embora tudo leve a crê que Thurzin estará de volta ao competitivo, ainda há uma forte pressão da comunidade, os fãs argumentam que apenas um mês de suspensão é pouco para casos de racismo. Além disso, eles comparam a punição do Thurzin com a de outros profissionais, como Replause e Sacola.

Entenda o caso

Thurzin acusado de racismo
Thurzin acusado de racismo

Thurzin, jogador profissional e influenciador de apenas 15 anos, vem sendo acusado de Injúria Racial e suspenso da LOUD após responder a uma publicação do Ronald “Moreno” Xavier em uma rede social quando o jogador da Elite publicou uma foto da tela do Free Fire vencendo uma partida 4×4 contra os próprios jogadores do time. Thurzin então escreveu: “tá se achando é brabuino“. Brabuíno é um pet do Free Fire relacionado ao animal Babuíno, da família dos macacos.

Thurzin racismo

Em seguida, o influenciador apagou seu comentário, mas com todos seguidores, não faltaram prints da resposta e acusações de que seria uma atitude racista. Após pressão da comunidade, Thurzin publicou uma nova informação em seu Twitter:

Além disso, a LOUD emitiu uma nota explicando sobre o afastamento do jogador da NOISE.

Alvo de uma possível injúria racial, Moreno sofre ataques

Moreno Free Fire
Jogador Moreno da organização Tropa

Por outro lado, o jogador “Moreno”, que teria sido o alvo da injúria racial, confirmou que vem sendo atacado após cobrar respeito. Em uma nova publicação no Twitter, Moreno escreveu:

“Foda mano estou sendo atacado por coisas que eu sofri.”

Ao final, a LOUD destacou que reconhece que precisa trabalhar para eliminar todo tipo de preconceito e já está tomando as providências para mudar essas atitudes em seus jogadores.


COMPARTILHE:

Comentários

Agora, os fãs podem deixar comentários com sua opinião sobre o assunto:

CODIGUIN FF

Notícias Relacionadas: