É REAL! Empresa que criou o PUBG chama Free Fire de cópia e processa a Apple e Google

A Krafton solicitou que a Apple, bem como o Google, parassem de distribuir o jogo em dezembro passado
É REAL! Empresa que criou o PUBG chama Free Fire de cópia e processa a Apple e Google

Ronny Rolim

A Krafton Inc., desenvolvedora sul-coreana de PUBG: Battlegrounds entrou com um processo nos Estados Unidos contra a Apple e o Google por ambas as companhias não tomarem uma atitude contra supostos "cópias" do jogo presentes na App Store e Google Play Store. Embora muitas notícias sobre o assunto tenham sido propagadas no passado, de fato, 

No geral, a Krafton Inc. cita violação dos direitos autorais e exige julgamento com júri. Além disso, segundo a agência Reuters, a empresa alega que Battlegrounds foi lançado em 2017 e uma firma de Cingapura conhecida como Garena começou a vender uma suposta cópia do jogo. O problema foi aparentemente resolvido entre as companhias, apesar de o aplicativo para dispositivos móveis ser muito similar.

Empresa que criou o PUBG chama Free Fire de cópia e processa a Apple e Google

Free Fire é processado
Garena Free Fire, Apple e Google são processados pela desenvolvedora do PUBG — Foto: Garena/Reprodução

De acordo com o processo, a desenvolvedora sul-coreana diz que a Apple e o Google começaram a vender a "cópia" da versão mobile de Battlegrounds de forma inescrupulosa e violava os direitos autorais. Ele se refere a Free Fire: Battlegrounds, conhecido atualmente apenas por Free Fire.

Em setembro de 2021, a Garena teria liberado um segundo aplicativo que copiaria Battlegrounds "descaradamente", chamado de Free Fire Max. Em dezembro do mesmo ano, a Krafton exigiu que a Garena encerrasse as vendas do jogo e requisitou a Apple e ao Google para encerrar a distribuição de ambos.

Atualização Free Fire
Free Fire tem uma nova atualização de versão agendada para 19 de janeiro — Foto: Garena Free Fire

Como nenhuma das duas plataformas atendeu ao pedido da Krafton, ela alega que as companhias foram acionadas pelos meios legais para tomarem uma atitude.

Veja também: atualização Free Fire em Janeiro 2022, veja o que muda

Ainda mais, desenvolvedora do PUBG também alega que o YouTube, que pertence ao Google, possui diversos vídeos de jogabilidade das supostas cópias.

Vale lembrar que o processo do PUBG contra o Free Fire, Apple e Google, acontece em um momento em que os números do jogo estão embaixa, inclusive, o game está sendo distribuído gratuitamente na Steam.

Procurada pelo Free Fire Mania, até o momento a Garena do Brasil não respondeu aos questionamento sobre a acusação de cópia que está tramitando em um processo no estado da Califórnia (EUA), assim como também não confirmou possíveis acordos com a Krafton, desenvolvedora do PUBG.


COMPARTILHE:

Comentários

Agora, os fãs podem deixar comentários com sua opinião sobre o assunto:

CODIGUIN FF

Notícias Relacionadas: