Advogado comenta novas Regras da Garena Free Fire para camps emuladores

O cenário fez grandes investimentos no setor emulador e seria interessante o envolvimento dos players do mercado para discussão e prepara aí sobre as regras.
Advogado comenta novas Regras da Garena Free Fire para camps emuladores

Ronny Rolim

Os últimos dias tem sido tomados por uma grande repercussão após a divulgação, aqui no Free Fire Mania, das novas regras da Garena sobre os campeonatos emuladores, sejam eles pequenos ou grandes. Antonio Bratefixe, advogado especialista em Direito do Trabalho, Tecnologia e eSports comentou sobre as regras.

Veja mais: conheça as regras da Garena para os campeonatos não oficiais, sejam eles emuladores ou não.

De acordo com o advogado, as regras colocadas pela Garena são juridicamente possíveis pois visam preservar e regulamentar o uso de seu produto (Free Fire). Em contra partida, o cenário fez grandes investimentos no setor emulador e seria interessante o envolvimento dos players do mercado para discussão e prepara aí sobre as regras colocadas.

"Sempre discutimos a presença das desenvolvedoras como a principal diferença dos Esports para os esportes tradicionais. As regras colocadas pela Garena são juridicamente possíveis pois visam preservar e regulamentar o uso de seu produto (Free Fire)."

Bratefixe ressalta que apesar de juridicamente possível, o cenário fez grandes investimentos no setor emulador e é interessante que os jogadores e organizações discutam sobre as regras.

"Mas nem sempre o que é juridicamente possível é razoável e positivo. O cenário fez grandes investimentos no setor emulador e seria interessante o envolvimento dos players do mercado para discussão e prepara aí sobre as regras colocadas."

Por fim, o advogado fechou a reflexão lembrando que, nem só de grandes campeonatos emuladores vivem o Free Fire, enquanto há uma discussão focada em poucos e grandes campeonatos, há muitos outros sendo feitos de maneira irregular, com hacks, cobrança de inscrição e não repasse de prêmios e que precisam ser regulamentados pela desenvolvedora.

"Enquanto pensamos nos campeonatos famosos de emulador, esquecemos que há outros muitos sendo feitos com cobrança de inscrição e não repasse de prêmios, com uso de hacks, com regras duvidosas e tudo isso sendo realizado debaixo da marca Free Fire."

COMPARTILHE:

Comentários

Agora, os fãs podem deixar comentários com sua opinião sobre o assunto:

CODIGUIN FF

Notícias Relacionadas: